ACOMPANHE PELO INSTAGRAM

© 2019 por Green Day Brasil. Todos os direitos reservados.

LOGO-BOLINHA-BRANCO.png

GREEN DAY REVISITA CLÁSSICOS DO INÍCIO DA CARREIRA EM SHOW HISTÓRICO EM NOVA IORQUE

O Green Day fez no dia 7 de outubro de 2016 – dia de lançamento de seu novo álbum Revolution Radio – um show mais do que especial para comemorar a data.


O show foi restrito para aqueles que compraram o álbum na loja Rough Trade, na cidade de Nova Iorque, local aonde o show também aconteceu. Apesar de ser um show em comemoração ao lançamento de Revolution Radio, o set foi tomado por antigos sucessos que a tempos a banda não os apresentava ao vivo.


Do álbum novo, com exceção das já performadas ao vivo – ‘Bang Bang’ e a faixa título ‘Revolution Radio’, a novidade ficou por conta da execução de ‘Somewhere Now’, faixa que abre o álbum. A falta de mais músicas novas na setlist do grupo pode até ter decepcionado algumas pessoas, mas essa falta foi compensada (e talvez até nem foi percebida) por um apresentação recheada de clássicos.

Com exceção da trilogia lançada em 2012, todos os outros álbuns foram representados no show de ontem.


Como de costume em seus shows, o início foi reservado as “novidades” (‘Somewhere Now’, ‘Bang Bang’ e ‘Revolution Radio’) e fechando esse set inicial a já também clássica ‘Holiday’, retirada do álbum American Idiot – sucesso da banda de 2004.


Passado os anos 2000, era hora de entrar na máquina do tempo e deixar que Billie Joe nos conduzisse pelo que de melhor a banda tinha nos oferecer: seus clássicos.

Foi de ‘Private Ale’, do álbum Kerplunk [1992], o dever de iniciar essa volta ao passado e nessa hora provavelmente ninguém se lembrava de que o show era pra celebrar o lançamento do álbum de 2016.


Foto: Will Oliver

Deixando Kerplunk de lado (isso é possível?), Billie nos levou para 1995, ano do também aclamado Insomniac, ‘Armatage Shanks’ (que não era tocada ao vivo desde 2010) e ‘Stuart and the Ave’. se encarregaram de deixar o público bem nostálgico ainda.


Voltando um pouco mais no tempo, início dos anos 90, o grupo nos presenteia com ‘409 in Your Coffeemaker’, ‘One for the Razorbacks’, ‘I was there’ e ‘Why Do You Want Him?’, esta não tocada de forma plena desde 1991!


Depois de tirar a poeira dos primeiros álbuns, o Green Day continuou a fazer a alegria de quem estava presente naquela noite inesquecível.


‘Brat’, ‘J.A.R’, ‘One of My Lies’, ‘Only of You’ e ‘Disappearing Boy’ continuaram nos lembrando que mesmo depois de tantos anos, álbuns vendidos e prêmios mundo afora, o Green Day continua sendo aquele mesmo trio de amigos que ama o que faz e que não precisam de muita coisa pra fazer o melhor que eles sabem: música.

Já caminhando pra parte final do show, o clássico Dookie não poderia ficar de fora, ‘She’ e ‘Burnout’ representaram muito bem esse “menino” de 94.


‘Christie Road’ fecha muito bem a participação do Kerplunk no show. O grupo ainda tocou ‘Scattered’ (Nimrod, 1997) e ‘Waiting’ (Warning:, 2000). E de fato encerrando o show memorável de ontem, a enérgica ‘St. Jimmy’ (American Idiot, 2004).

A era “Revolution Radio” começou com o pé direito. E não importa se estamos em 1989 ou 2016, o Green Day continua sendo o velho e o novo Green Day de sempre. Confira o setlist completo abaixo e clique para ser redirecionado aos vídeos do show:


Somewhere Now

Bang Bang

Revolution Radio

Holiday

Private Ale

Armatage Shanks

Stuart and the Ave.

409 in Your Coffeemaker

One for the Razorbacks

I Was There

Why Do You Want Him?

Brat

J.A.R. (Jason Andrew Relva)

One of My Lies

Only of You

Disappearing Boy

She

Christie Road

Burnout

Scattered

Waiting

St. Jimmy

5 visualizações